"Nunca desista, nunca volte atrás, nunca perca a Fé!!!"
[Desafiando Gigantes]

Vou conseguir!!!

quarta-feira, 7 de maio de 2008

Aveia combate o Colesterol. Ela é do bem!



Uma pesquisa desenvolvida pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) revelou que 100g de flocos de aveia ou 75g de farelo, ingeridas durante 30 dias ajudam a reduzir o nível de colesterol.O estudo realizado no bairro de Riacho Grande, em São Bernardo do Campo (SP), contou com a participação de 126 pessoas, entre homens e mulheres de 18 a 55 anos, com colesterol maior que 200 e menor que 240. "Conseguimos diminuir de 5% a 15% o colesterol em quase todos os participantes da amostra, apenas com a inclusão do alimento no cardápio", comemora o fisiologista Renato Romani, coordenador do Trabalho.


Quando alguém procura ajuda para compor uma dieta balanceada, torna-se inevitável a indicação do consumo de cereais. Entre tantos, um que merece grande destaque é a aveia, um alimento de alta qualidade nutricional, rico em fibras solúveis e, que, por esse motivo, auxilia no bom funcionamento do intestino. Mas quem pensa que essa é a única função desse cereal está muito enganado. Um estudo recente realizado pela Unifesp mostra que uma alimentação suplementada com aveia garante uma diminuição no nível de colesterol e, por conseqüência, protege contra doenças cardiovasculares.Esse efeito benéfico do cereal acontece porque a aveia atrapalha fisicamente a absorção de diferentes tipos de gordura no intestino e, por isso, impede sua transformação em colesterol.

O fisiologista do Centro de Medicina da Atividade Física e do Esporte (Cemafe) e coordenador da pesquisa sobre os benefícios da aveia, Renato Romani, aconselha o consumo de cerca de 75g de aveia por dia para o bom funcionamento do organismo.
Ele garante que a aveia pode ser consumida em flocos, farelos, mingau ou associado com outro alimento, com exceção de frituras.O especialista ressalta ainda que o efeito benéfico com relação à redução de colesterol varia de pessoa para pessoa. Mas, segundo Romani, 70% daqueles que ingerem aveia têm mais chances de conseguir tal diminuição.De acordo com o fisiologista, esse cereal não resolve por completo o problema do colesterol alto. "A aveia é apenas um coadjuvante que auxilia nessa diminuição de colesterol. Aliar uma boa nutrição, exercícios físicos, controle de stress com abandono de vícios nocivos é essencial para o controle do problema", explica.Confira agora uma dica de alimentação incluindo o cereal: banana no forno com canela em pó, mel e aveia em flocos. Nesse prato, a aveia ajuda a liberar lentamente o açúcar da fruta e do mel. Assim garante disposição para você fazer suas atividades por um bom tempo.


(Um pouquinho mais sobre mim...)


Tenho incluído aveia em minhas refeições.
No café da manhã, uso duas colheres de sopa no yogurte ou na vitaminha(feita com leite desnatado, 1 fruta e adoçante). Encontrei também algumas receitinhas salgadas que podemos fazer com a aveia. A noite faço mingau (não sou muito fã, mas,tenho que fazer alguns sacrifícios pelo benefício da saúde, né!) Além do quê, o mingau não é ruím... Acho que é mais falta de hábito, mesmo!
Como eu preciso emagrecer muito e com saúde. (pois tenho uma anemia filha da mãe que me acompanha e não me deixa em paz. E um número de plaquetas que está sempre a baixo do normal) Estou procurando comer sempre algo saudável.

Eu costumava comer só "besterinhas", não comia verduras, legumes e raramente comia alguma fruta. Meu forte era os salgadinhos, massas e o refri...(coca-cola, é claro!!! Esse é o meu mair vício!!!). Um paladar total e completamente infantil... Disse a minha mãe, que se hoje estou assim, ela tem uma parcelinha de culpa.
E ela concordou! Eram poucas as vezes que me forçava a comer algum legume... Eu fazia birra... E logo ganhava o que queria. Se ela não me desse outra pessoa daria. Até aí tudo bem...em partes!!! Eu não fui uma criança obesa, nem passei a adolescência acima do peso. Tive apenas uma faze em que ganhei bastante peso, que foi a época do meu aniversário de 15 anos. Incrível... Quanto mais minha mãe me cobrava... dizia que eu não podia engordar, senão o vestido não iria caber em mim, mais eu engordava. Resumindo: Meu vestido foi feito pouquíssimo tempo antes da festa! Estava com 70 e poucos quilos... Não me lembro ao certo. Assim que a festa passou, comecei a emagrecer rapidamente... Não sentia nem fome! Era incrível... Tinha gente que pensava que eu estava doente; me perguntavam se eu estava tomando remédios para emagrecer... Eu sem entender o porquê, nem sabia responder. Voltei a ser magra em pouco mais de um mês. Dos 58kg de antes, os 70e poucos da pré-festa, eu agora estava pesando 56kg. Que beleza, né?! Fikei com esse peso durante mais ou menos 4 anos... Não engordava... E olha que todos os dias a caminho da escola comia uns 10 gamadinhos (balinhas feitas de pasta de amendoín), chocolate, e a "marvada" coca-cola.

Bem, comecei a ganhar alguns quilinhos, já com 19 anos. Mas, não era algo assim tão gritante. E olhem que as pessoas já começavam a me criticar! É mesmo incrível... Como as pessoas se importam com a vida dos outros, não é?! Engraçado que esses comentários nunca vêm acompanhado de palavras de incentivo... É sempre uma crítica! Eu ficava preocupada... Mas a ansiedade só me prejudicava ainda mais. Tive a minha primeira crise de depressão... Não sabia o que era aquela tristeza profunda... Não busquei ajuda... Me afundei mais ainda!
Só ganhei peso... Eram quilos e mais quilos por mês... Fikei muito mal.
Ainda não sei como consegui sair daquele fundo de poço... Só sei que Deus me presenteou com um anjo maravilhoso, que sempre está ao meu lado: Minha Mãe!
Ela me dava força e me incentivava a sair da tristeza... Assim eu venci a minha primeira crise. Depois dela, tive mais duas. Só que já na segunda, precisei de sérios acompanhamentos médicos... além da compulsão e da insônia de antes, vieram muitas outras coisas...Além da enorme vontade de não mais viver, tinha a síndrome do pânico, que me tirou inúmeras oportunidades de viver a vida com ela deve realmente ser vivida. Não gosto muito de lembrar das minhas fases ruíns... É a primeira vez que toco nesse assunto depois de anos... O importante foi o quanto eu amadureci com tudo o que passei... Aprendi a dizer não posso, não quero, ainda não é o momento... e por aí vai. Hoje sei me defender de palavras hostís. Coisa que não fazia...
Me tornei uma pessoa mais forte. Enfrento o fundo do poço sempre...Mas, o enfrento de cabeça erguida. Chego lá no fundo, bato na mola e volto! E isso me fortalece ainda mais.

"Porque quando estou fraco, é que sou forte!"
Creio fielmente nessa palavra. Creio que Deus tem um propósito para tudo em nossas vidas... Posso não entedê-los, mas sei que tudo vai ficar bem. Pois Ele está comigo!

Enormes beijux para todos...
Tenham um dia abençoado!



3 comentários:

Nanda Ramos disse...

olá minha linda acabei de te conhecer melhor... minha familia toda tem problemas de plaquetas, mas os piores são meus sobrinhos que ainda tem problemas decorrentes da alergia a lacticinios mas é a vida temos quenos acostumar com essas coisinhas e viver a vida
bjinhus carinhosos e fique sabendo que juntas todas nos conseguiremos

Line disse...

Oi, querida! Olha, a sara eu já conheço, mas qual o blog da 1ª e da 2ª pessoa(q está um arraso). bjos!

Anônimo disse...

Oi! Gostei bastante do que escreveste pois também sei o que é ter uns quilinhos a mais e ouvir comentários menos agradáveis. Bem mas as coisas mudam e, eu consegui emagrecer rapidamente do mesmo jeito que você. Hoje, não tenho nem um quilinho a mais e chego bem para essas pessoas que durante tempos me chamaram de gordinha.
Axo que o que escreveste é um incentivo para muitas meninas.

 

  © 2008 Produzido por Belíssima Web